charmeessencia@gmail.com | Tel: 21-2783-6172

Coleção Nativus

 

Esta coleção propõe a valorização da flora brasileira. Para criação das fragrâncias buscou-se inspiração nas práticas aborígenes durante a exploração da natureza visando a maneira na qual o povo indígena manipulava e ainda manipula matérias-primas naturais de forma sustentável.

Segundo dados históricos, os índios estão presentes no território brasileiro cerca de 12.000 anos antes dos colonizadores chegarem. A maneira na qual o povo indígena explorava a fauna e a flora era extremamente respeitosa, utilizando somente o necessário para sua sobrevivência. Suas crenças religiosas eram bem diferenciadas, acreditavam na força da natureza e nos espíritos dos antepassados, e para evoca-los, realizavam rituais nas quais utilizavam matérias-primas aromáticas como queima de folhas, flores, madeiras e sementes. Atualmente, estima-se que há cerca de 350 mil índios, somente, no território brasileiro. O contato com os colonizadores os obrigaram a abandonar práticas culturais deixando de lado parte de sua identidade. Entretanto algumas tribos ainda mantém a integridade de suas práticas perpetuando-as dentre os seus descendentes.

Aproximadamente 23% da flora mundial corresponde as espécies brasileiras. Estima-se que apenas 3% foi explorado. Inúmeras espécies são exportadas, bem como sementes e frutos. Assim sendo, a Charme Essência traz uma nova coleção cujo principal objetivo é a utilização de matérias-primas estritamente nacionais como tema de cada fragrância, e com isso estimular a exploração e valorização de matérias-primas nacionais que possuem uma grande importância mundial.

Para homenagear os índios brasileiros, cada perfume recebe um nome indígena que relaciona o significado deste nome a fragrância e sua inspiração.

A primeira fragrância desta coleção é o Raoni Muru muru, mel e madeiras. Confira!